sexta-feira, 1 de junho de 2012

Utopia

Eu costumo dizer por aí que meu grande sonho é ter dinheiro pra poder conhecer o mundo. Conhecer lugares, pessoas, culturas... Escalar as montanhas mais perigosas; mergulhar nos mais belos recifes; degustar todos os sabores; descobrir a vida pelas várias formas que ela se mostra em cada canto desse nosso planeta redondo.  Mas a grande verdade é que meu verdadeiro sonho era ter uma família "normal". Um pai que cuidasse e protegesse a família de todo e qualquer mal, que sentasse comigo em frente a tv pra assistir a corrida ou um campeonato de luta. Uma mãe que preparasse o café da manhã e almoço com aquele tempero de amor que faz toda a diferença, e que ela compartilhasse comigo os meus dramas juvenis, meus amores impossíveis, aquela com quem eu poderia compartilhar os meus segredos mais íntimos. Um irmão que fosse um amigo/confidente. Aquele que se fosse mais velho iria me proteger de qualquer cara mal intencionado, mas iria me apresentar aquele cara que seria "o cara" na minha vida, ou que se fosse mais novo, arrumaria mil desculpas pra poder ver minhas amigas. Que sentássemos à mesa todo domingo e feriados, e ríssemos contando histórias da vida. Que tivéssemos as brigas mais feias do mundo, e que nos próximos 15 minutos nos abraçássemos pedindo perdão. 
Mas, infelizmente, nem tudo o que se quer é o que se tem. Contento-me, então, com o sonho de um dia ser rica e poder desfrutar das belezas que essa vida tem para mostrar. Mas sigo acreditando que minha vida, mesmo não sendo do jeito que sempre sonhei, também tem a sua beleza. E como dizem por aí: Para que haja luz é preciso que primeiro haja a escuridão, quem sabe se essa família com que eu tanto sonhei/sonho em ter seja, um dia, a família que eu venha a construir.
-K2L

2 comentários:

  1. Minha amada...não tive família e consegui constituir uma muito linda e maravilhosa...vais conseguir também,sonha e deixa que DEUS te encaminha!
    Beijo-te com carinho e muita ternura....

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir